Paz

o sopro do vento
a delicadeza da cigarra
o ônibus passando em 4a marcha
a luz da madrugada,
o silêncio interno