"Quem pensa, escreve", ela disse.

Uma vez uma professora de português me falou sobre verbos. Nós, brasileiros, falamos muito e escrevemos pouco. Há uma catarse no som, na voz. E o resto?