Conjuntos

passam os dias, as semanas e os meses
a lembrança mostra os dentes
não é um sorriso

um novo enigma está no ar
o ar na garganta, o sono perdido
e 01 novo afeto que se constrói

de longe me sinto mais perto
muito estanha a elasticidade afetiva

as memórias não sabotam,
mas é um amor tão diferente e novo
que parece ter mais vinco assim, sem nome