Brasil: a fuga, a figa.

É porque
ninguém vive de desgraça only.

E isso não deve ser considerado uma filosofia.

Fugimos para a música, a poesia, a pintura, para a
arte
porque esta também é um cano, um caminho, um escape.

Na adolescência dos 120 anos
fomos do barroco ao moderno
e os dias vão crescendo a cultura de hoje.

É porque ninguém vive de desgraça only.
E daí?
Construímos uma bolha de cultura, uma
bolha de cultura lonely.

Uns anos pra cá ou umas décadas pra lá
separaram a cultura da educação.

Acho que foi para resolver umas contas da casa
umas contas que o pessoal se endividou,
mas não mostrou

Confesso que houve evolução, mas
separam a cultura da educação.

2011