On


Contentar-se com pouco
e fazer desse pouco a maior alegria da vida
não é para poucos,
apenas para os mediocres
que procuram em carinhoseufóricos
ou caretashigh a essência de algo
que não se sabe o nome.