Definição da criatura soberana segundo Saramago:

"Deus é o silêncio do universo e o ser humano, o grito que dá sentido a esse silêncio".